Gestão de Ativos

Manutenção de máquinas industriais: veja como fazer

Manutenção de máquinas industriais: veja como fazer

Ser pego de surpresa com o mau funcionamento do maquinário, ou mesmo com a quebra desses itens, é algo que pode gerar muita dor de cabeça. Isso tem reflexo na produção, que pode ser interrompida, e também gera gastos desnecessários, já que a manutenção corretiva pode ser custosa. Em alguns casos, a troca de equipamentos é necessária. Esse, com certeza, é um cenário que deve ser evitado. O melhor é fazer a manutenção de máquinas industriais de forma preventiva.

Esse tipo de manutenção, como o próprio nome já diz, tem como objetivo principal agir antecipadamente para garantir o bom funcionamento das máquinas industriais, evitando a troca não planejada, diminuindo a frequência de falhas e possibilitando o funcionamento dos equipamentos em sua capacidade máxima. A manutenção preventiva também ajuda no aumento da vida útil dos equipamentos

Quer saber como realizar de forma eficiente a manutenção de máquinas industriais? Confira as dicas que preparamos a seguir. 

Faça o mapeamento do maquinário da sua indústria

O primeiro passo para o planejamento da manutenção preventiva do maquinário é conhecer a sua indústria. Você precisa visitar o chão de fábrica e fazer um inventário de todos os equipamentos, levantando informações como: 

  • características de cada equipamento;
  • previsão de vida útil e tempo de operação; 
  • estado atual;
  • histórico de falhas e manutenções;
  • localização de cada máquina.

Assim, é possível ter um diagnóstico dos recursos físicos da sua indústria a fim de saber o tipo e o nível de cuidado que é preciso ter com cada uma delas.

Dica: Monitoramento de ativos: qual sua importância na indústria

Crie um calendário de manutenção de máquinas industriais

O cuidado com os equipamentos precisa estar na rotina da sua indústria. Prevenir as falhas é o que vai garantir que tudo funcione conforme o planejado. Por isso, estabeleça um calendário de manutenções. 

Nessa etapa, você usará o inventário e diagnóstico feitos anteriormente para determinar a periodicidade de inspeções e manutenções. Esse documento precisa contar com a descrição das necessidades das máquinas para que o trabalho seja realizado da forma correta e com agilidade. Quanto maior o número de informações úteis, melhor. 

Aqui, você vai lançar mão dos recursos humanos também. Atribua a responsabilidade aos colaboradores mais adequados para cada atividade e acompanhe os resultados. Essa comunicação com quem está no chão de fábrica é muito importante. É dessa forma que o gestor terá a visão clara sobre o funcionamento da sua indústria.

Siga as instruções do fabricante

Algo muito importante a se levar em conta na manutenção de máquinas industriais são as instruções do fabricante. O conselho é seguir à risca as recomendações, afinal, cada máquina tem características e necessidades específicas e o fabricante é quem melhor entende sobre elas.  

Nunca substitua as peças originais da máquina por peças de outros equipamentos. Em um primeiro momento, você pode até pensar que está economizando dinheiro, mas posteriormente o prejuízo será maior. 

Isso, inclusive, pode se configurar como um risco à integridade física dos colaboradores. E esse é um cuidado indispensável. Afinal, os colaboradores são o principal ativo de uma empresa.

Você já deve estar convencido de que realizar a manutenção preventiva das máquinas industriais é a melhor opção. Tomando todos os cuidados indicados aqui, a sua indústria poderá tirar o maior proveito possível dos seus equipamentos e, assim, se manter sempre competitiva

Uma última vantagem de manter os equipamentos em pleno funcionamento: quando a indústria for realizar um upgrade nas suas instalações físicas, é possível vender o maquinário. Dessa forma, será possível recuperar parte dos recursos financeiros para reinvestir no negócio. E na hora da venda, conte com o marketplace da EquipNet.

Categorias: Gestão de Ativos